Pedágios Rodoanel Mario Covas

Tarifas de Pedágio

A CCR RodoAnel possui 13 praças de pedágio instaladas pela extensão do trecho oeste do anel viário Mário Covas e cuja cobrança da tarifa é realizada apenas uma vez a cada viagem, nas saídas da rodovia.

A Concessionária do Rodoanel Oeste S.A. ou CCR RodoAnel é uma empresa privada sediada em Barueri, SP – Brasil, e faz parte do Grupo CCR. A empresa é responsável desde março de 2008, pela manutenção e pela exploração do trecho oeste do Rodoanel.

Mapa Rodoanel - Pedágios

Os valores são ajustados anualmente em julho com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA, como estabelecido em contrato com o Governo do Estado de São Paulo.

Tipo de Veículo Sentido Bandeirantes Sentido Litoral
  • Praça 2 – Bandeirantes (Interna) – R$ 2.00

    Km 3

  • Praça 4 – Anhanguera (interna Sul) – R$ 2.00

    Km 7

  • Praça 5 – Anhanguera (interna Norte) – R$ 2.00

    Km 6,7

  • Praça 7 – Castello Branco (interna) – R$ 2.00

    Km 15,6

  • Praça 9 – Padroeira (interna) – R$ 2.00

    Km 21

  • Praça 11 – Raposo Tavares (interna) – R$ 2.00

    Km 24,7

  • Praça 1 – Raimundo Pereira Magalhães (interna) – R$ 2.00

    Km 0

  • Praça 3 – Bandeirantes (externa) – R$ 2.00

    Km 3

  • Praça 6 – Anhanguera (externa) – R$ 2.00

    Km 6

  • Praça 8 – Castello Branco (externa) – R$ 2.00

    Km 14

  • Praça 10 – Padroeira (externa) – R$ 2.00

    Km 19,5

  • Praça 12 – Raposo Tavares (externa) – R$ 2.00

    Km 24

  • Praça 13 – Régis Bittencourt (externa) – R$ 2.00

    Km 25,3

  • Praça 1 – Raimundo Pereira Magalhães (interna) – R$ 2.00

    Km 0

  • Praça 2 – Bandeirantes (Interna) – R$ 2.00

    Km 3

  • Praça 4 – Anhanguera (interna Sul) – R$ 2.00

    Km 7

  • Praça 5 – Anhanguera (interna Norte) – R$ 2.00

    Km 6,7

  • Praça 7 – Castello Branco (interna) – R$ 2.00

    Km 15,6

  • Praça 9 – Padroeira (interna) – R$ 2.00

    Km 21

  • Praça 11 – Raposo Tavares (interna) – R$ 2.00

    Km 24,7

  • Praça 13 – Régis Bittencourt (externa) – R$ 2.00

    Km 25,3

  • Praça 3 – Bandeirantes (externa) – R$ 2.00

    Km 3

  • Praça 6 – Anhanguera (externa) – R$ 2.00

    Km 6

  • Praça 8 – Castello Branco (externa) – R$ 2.00

    Km 14

  • Praça 10 – Padroeira (externa) – R$ 2.00

    Km 19,5

  • Praça 12 – Raposo Tavares (externa) – R$ 2.00

    Km 24

  • Praça 1 – Raimundo Pereira Magalhães (interna) – R$ Isento

    Km 0

  • Praça 2 – Bandeirantes (Interna) – R$ Isento

    Km 3

  • Praça 4 – Anhanguera (interna Sul) – R$ Isento

    Km 7

  • Praça 5 – Anhanguera (interna Norte) – R$ Isento

    Km 6,7

  • Praça 7 – Castello Branco (interna) – R$ Isento

    Km 15,6

  • Praça 9 – Padroeira (interna) – R$ Isento

    Km 21

  • Praça 11 – Raposo Tavares (interna) – R$ Isento

    Km 24,7

  • Praça 3 – Bandeirantes (externa) – R$ Isento

    Km 3

  • Praça 6 – Anhanguera (externa) – R$ Isento

    Km 6

  • Praça 8 – Castello Branco (externa) – R$ Isento

    Km 14

  • Praça 10 – Padroeira (externa) – R$ Isento

    Km 19,5

  • Praça 12 – Raposo Tavares (externa) – R$ Isento

    Km 24

  • Praça 13 – Régis Bittencourt (externa) – R$ Isento

    Km 25,3

Para a passagem desse tipo de carga pelas rodovias, o transportador deve providenciar a Autorização Especial de Tráfego (AET) com o DER-SP. Além disso, deve entrar em contato com a CCR RodoAnel para programar o melhor horário e as melhores condições para a passagem dessa carga pelas nossas rodovias. Telefone de contato: (11) 2664-6035.

O pagamento do pedágio é revertido em investimento em obras nas estradas e a arrecadação de impostos sobre a tarifa é destinada aos municípios cortados pela rodovia. Em 2012, a A CCR RodoAnel fez um repasse de R$ 9 milhões para os 7 municípios pelos quais passa a rodovia.

Formas de Pagamento – Pedágio Rodoanel:

Cobrança Manual Pedágio Rodoanel
Nas cabines das praças de pedágio, os usuários podem optar pelo pagamento em:

  • Dinheiro
  • Cheque
  • Cupom de Pedágio: são aceitos os cupons de pedágio DER / DERSA, utilizados por transportadores de carga como antecipação do pagamento da tarifa de pedágio, conforme estabelece a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

Cobrança Automática Pedágio Rodoanel

É possível pagar as tarifas por meio dos sistemas Sem Parar/Via Fácil, Vale-Pedágio (para caminhões) e Cartão RodoAnel.

Desde 17 de dezembro de 2008, o Rodoanel é uma rodovia com pedágio. O sistema de cobrança foi estruturado nas saídas das rodovias atualmente interligadas e nos acessos urbanos. No Trecho Oeste o valor cobrado a partir de 1º de julho de 2010 para veículos de passeio é de R$ 1,50. Desde 24 de agosto de 2011 foi iniciada a cobrança também nas praças do Trecho Sul. Neste trecho o valor é um pouco maior: R$ 2,90 para veículos de passeio e R$ 1,45 para motocicletas.

Os valores de tarifas deverão ser monitorados cuidadosamente pelo Poder Público, se há interesse em reduzir o tráfego de caminhões pelo meio da cidade de São Paulo. Os usuários experimentam a nova opção, mas depois de um tempo passam a fazer os cálculos do que é mais ou menos compensador: se a maior quilometragem somada ao valor da tarifa não compensar o menor tempo de deslocamento, os caminhões continuarão a trafegar pela Avenida dos Bandeirantes, por exemplo. Essa via teve forte redução do tráfego desde que o trecho sul do Rodoanel foi aberto para o tráfego, em 1º de abril de 2010. Mas depois de dois meses voltou a crescer: parte dos veículos pesados que haviam deixado essa via estão de volta.

Uma reportagem da Folha de S.Paulo em junho de 2010, constatou movimento 18% maior de caminhões na avenida em relação ao período pós-inauguração do Rodoanel. A comparação foi entre as 16h e as 17h, em duas segundas-feiras (5 de abril e 12 de abril). Mesmo assim, o fluxo na Bandeirantes está distante daquele de quando o trecho sul não existia. Na ocasião, havia em média 30% mais caminhões. Muitos usuários de veículos pequenos também estão desistindo de usar o Rodoanel por conta dos pedágios e da maior quilometragem na viagem que faz diariamente entre a casa e o trabalho e vice-versa.

Na tarde do dia 9 de janeiro de 2009 a cobrança foi suspensa, pois segundo denúncia apresentada ao Juiz Rômulo Russo Júnior, os pedágios estariam sendo cobrados dentro de um raio de 35 km a partir do centro da capital paulista (no Marco Zero), o que seria proibido. A concessionária que administra a Rodovia recorreu da decisão e o pedágio voltou a ser cobrado na noite do dia seguinte.